Publicidade
Publicidade
Publicidade

Diretor: Paulo Melo Quarta-feira
18 de Outubro de 2017
Publicidade mercado das ervas

Pelo menos 15 mortos, segundo novo balanço da Proteção Civil

O sismo de magnitude 8,2 que abalou o México na quinta-feira à noite fez pelo menos 15 mortos, segundo um novo balanço divulgado hoje pela Proteção Civil mexicana.

Texto: Lusa/Açores 9 | Foto: Direitos Reservados
Visualizações 23582

O balanço anterior era de cinco mortos.

O total de vítimas mortais confirmadas "é 15, com base na contagem efetuada pelos estados", anunciou o diretor da Proteção Civil, Ricardo de la Cruz.

Três réplicas registadas em toda a rede sísmica portuguesa – IPMA

Três réplicas com magnitudes entre 5,2 e 5,4 do sismo que abalou o México foram registadas em toda a rede sísmica portuguesa, adiantou à Lusa Fernando Carrilho, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O sismo foi registado na quinta-feira à noite (hora local) na costa sul do México causou pelo menos 15 mortos, derrubou casas no estado de Chiapas e fez edifícios abanar violentamente na Cidade do México.

"Até ao momento registámos três réplicas em território nacional, nas estações sísmicas do continente, Madeira e Açores (na ilha das Flores), mas certamente as redes sísmicas locais registaram muitos mais eventos, mas com magnitudes mais baixas, que depois já não são nem registadas nem observadas na rede nacional pois a distância é muito grande", disse à agência Lusa Fernando Carrilho.

Em princípio não haverá portugueses na região afetada

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, afirmou hoje que, em princípio, não haverá portugueses na região afetada pelo sismo registado na costa sul do México na quinta-feira à noite.

"Em princípio, nós não teremos portugueses naquela região. Contudo, a nossa embaixada, que connosco falou às quatro horas da manhã, transmitiu que continuava a acompanhar todas as informações e em contacto com as autoridades locais", declarou José Luís Carneiro.

O secretário de Estado das Comunidades prestou declarações aos jornalistas sobre este assunto no Santuário de Meritxell, em Andorra, onde se encontra a acompanhar a visita oficial do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a este principado.

Embaixador diz que não deverá haver portugueses entre os mortos

O embaixador português no México afirmou hoje que não deverá haver portugueses entre as vítimas mortais do sismo de magnitude 8,2 que atingiu o país na quinta-feira à noite, relatando danos materiais e cortes de energia.

As autoridades mexicanas deram conta, até agora, de nove vítimas mortais causadas pelo abalo, adiantou Jorge Roza de Oliveira.

O embaixador relatou à Lusa que o sismo atingiu essencialmente o sul do país e disse que "não haverá portugueses entre as vítimas".

Numa mensagem publicada na rede social Facebook às 04:45 locais (10:45 em Lisboa), o diplomata indicou que "tudo aponta para que os estragos sejam maioritariamente a sul, nos estados de Oaxaca (onde terá colapsado agora um edifício), Chiapas (onde já foi declarado o estado de emergência) e Tabasco".

"Cruzo os dedos, mas não haverá vítimas portuguesas", mencionou, na mesma publicação.

Segundo o embaixador, há mais de dois mil portugueses registados nos serviços consulares no México.

Roza de Oliveira disse à Lusa que, na capital, Cidade do México, o sismo causou essencialmente danos materiais.

"Há falhas de energia, há danos materiais, mas não foi a tragédia que poderia ser com esta magnitude", afirmou, acrescentando que já se registaram 60 réplicas do sismo.

A Lusa tentou contactar, até agora sem sucesso, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, que se encontra em Andorra a acompanhar a visita oficial do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O sismo, de magnitude 8,2 na escala de Richter, atingiu na quinta-feira à noite a costa sul do México, derrubando casas no estado de Chiapas e fazendo edifícios abanar violentamente na Cidade do México.

O Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico ativou um alerta para o México, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Honduras e Equador.

 


Publicidade Escritório Digital – interior noticia

Opinião


Meteorologia

Tempo Ponta Delgada