Publicidade
Publicidade
Publicidade

Diretor: Paulo Melo Quarta-feira
23 de Agosto de 2017
Publicidade mercado das ervas

3 Curiosidades de Paris


Gualter Furtado
Visualizações 4918

1ª Curiosidade

Paris foi conhecida por ter sido e ser a cidade luz e a pátria das artes e da cultura. Van Gogh, Chopin, Picasso, e até o nosso Domingos Rebelo, rumaram para Paris na busca de mestres, da técnica, da inspiração e da liberdade criativa. Paris foi a mãe da revolução francesa e a pátria da ” liberdade, igualdade e fraternidade”.

Paris, durante décadas, foi a pátria de acolhimento de milhares de refugiados políticos de todo o mundo, incluindo Portugueses como Mário Soares e alguns açorianos que eram contra a guerra colonial que Portugal travou nas então chamadas “províncias ultramarinas”. Paris no século passado, e mesmo ainda hoje, atraiu e atrai milhões de emigrantes de todas as partes do mundo.

Os portugueses (continentais) conheceram e conhecem bem esta realidade. Paris está para eles como  para os Micaelenses está a cidade de Fall River. É frequente nos depararmos nas ruas de Paris e nos diferentes bairros com pessoas a falar Português e com símbolos e referências portuguesas.

Pois é exatamente nesta Paris com todo este ativo, riqueza, património histórico e humano que assistimos hoje a uma triste realidade que é a intolerância, o medo, o terror que leva a que no centro desta cidade  uma Igreja Católica num domingo de Páscoa (Sainte-Jeanne-de-Chantal) mais pareça um teatro de guerra, com militares armados com metralhadoras fora e dentro da Igreja.

Jamais pensei assistir a uma situação destas, mas que se justifica devido à insegurança e à ameaça real do terrorismo em que vivem as populações das cidades do coração da Europa, como é Paris. Ao que chegamos. Certamente que o nosso Domingos Rebelo nunca imaginou uma coisa destas. Uma tragédia a exigir uma reflexão profunda.
2ª Curiosidade

As nossas ilhas têm um património de Hortênsias que importa preservar e mesmo alargar. É digno de se ver em ilhas como São Jorge e nas Flores aqueles cordões de novelões em tom branco e azul que nos encanta a vista e o coração.

Mesmo nas outras Ilhas dos Açores a presença das hortênsias principalmente no mês de Junho é também digna de registo e merecem ser alargadas.

Ora, em Paris a Hortênsia é tratada como se de uma especiaria se tratasse e cada flor custa em média 7,5 euros e um vaso  de plantio de hortênsias cerca de 25 euros. É pois fácil deduzir que nos nossos Açores, temos um tesouro, que tem de ter vida e utilidade, mas sempre numa perspetiva de sustentabilidade e sem matar a galinha dos ovos de ouro que é o nosso património natural e ambiental.
3ª Curiosidade

Nós, os humanos, estamos a construir uma sociedade em que a máquina cada vez mais substitui o homem. É a marcha “natural” da história. Mas quando esta evolução é norteada apenas pela obsessão da “redução de custos”, então pode transportar em si mesma um efeito perverso e que é a criação de mais e mais excluídos. Travar o progresso é reacionário, mas também o é o mau uso do progresso.

Esta conversa vem a propósito do que se assiste nos terminais dos aeroportos por esta Europa fora, e designadamente no aeroporto Charles Degaulle, onde praticamente só encontramos polícias e militares altamente armados, e máquinas. O check-in é feito por computador, o bilhete é emitido numa máquina, as bagagens são validadas numa outra máquina e são os próprios passageiros que despacham as suas bagagens.

Evidentemente que a entrada na sala de embarque também é controlada por máquinas do mais sofisticado que há e que se justifica tendo presente a conclusão a que se chegou na 1ª Curiosidade.

Depois é o percurso até à entrada do avião onde somos guiados por écrans e vozes para finalmente encontrarmos umas meninas (poucas) que controlam a entrada no avião.

Em síntese, nem tanto ao mar nem tanto à terra; isto é, nem tão poucas meninas e meninos como em Charles Degaulle, nem tantas meninas e meninos como nos nossos aeroportos.


Publicidade Escritório Digital – interior noticia


Meteorologia

Tempo Ponta Delgada